quinta-feira, novembro 01, 2007

SEGREDOS !











O segredo do êxito foi recusar vender
TOMAZ ANDRADE

Para Pinto da Costa, o sucesso do FC Porto no campeonato, alicerçado por uma enorme vantagem conseguida apenas em oito jornadas, é muito fácil de explicar. Dois nomes dão corpo à teoria: Lucho e Quaresma. A SAD recebeu propostas tentadoras para tirar ambos do Dragão e a todas disse que não.

O presidente do FC Porto explicou, assim, o sucesso com a decisão de manter praticamente a espinha dorsal da equipa, resistindo à tentação de encaixes financeiros volumosos e retocando-a com alguns reforços, que, de resto, nem estão a conseguir entrar na estrutura de Jesualdo Ferreira. Precisamente porque se trata da estrutura campeã. "Os condimentos da receita estão à vista de todos e são a justa compensação pelo esforço financeiro que realizámos, ao contrário de outros, não vendendo jogadores nucleares como o Lucho e o Quaresma, que tinham propostas bem superiores aos anéis que a concorrência alienou", escreveu Pinto da Costa no editorial do último número da revista Dragões, sem deixar de mencionar, indirectamente, que o sucesso portista também tem explicação nas muitas mudanças que os plantéis do Sporting e do Benfica sofreram.

Recorde-se que Lucho e Quaresma foram pretendidos por vários clubes europeus, espanhóis sobretudo, e com propostas de muitos milhões de euros, que chegariam para muito fôlego nas contas da SAD. A decisão de os manter no FC Porto foi assumida por Pinto da Costa com dois propósitos: renovar o título de campeão nacional e chegar ainda mais longe na Liga dos Campeões.

in O JOGO ON LINE

1 comentário:

Joyce disse...

O segredo é a alma do negócio...