quinta-feira, maio 17, 2007

METAFÍSICA













..." Não sei, pois não tenho Zandinga no apelido, o que se estará a passar, mas boa coisa não é concerteza. A equipa joga a duas velocidades: devagar e devagarinho. Não se vislumbra ambição, querer, garra… força!! Onde está a chama, a alma e o orgulho de envergar aquela camisola?? Será que se perdeu a mística?? Dói ver o nosso querido Vitor Baía no banco a dar força aos companheiros, e vê-los lá dentro em estado de completamente alheamento, como se de uma fatalidade se tratasse não conseguir jogar melhor. É surreal. Nunca antes visto. Eu pelo menos não me recordo de uma equipa prestes a ser campeã, com todas as possibilidades e mais algumas, e nada, tudo na “peace and love”, tá-se bem se perdermos?!"...

in : (Sr António - excerto do blogue BibóPorto, carago )


Resolvi pegar no escrito do Sr António por ter gostado do que li.

Ninguém (nenhum adepto do F.C.PORTO ) poderá ficar indiferente a estas questões pertinentes e , exemplarmente , evidenciadas .

De facto , o que se passa com a EQUIPA , parece enígma metafísico (já que não acredito em duendes , nigrumantes , feiticeiros ou bruxas ).

Como é possível ?

Onde está aquela EQUIPA coesa, lutadora , corajosa , brilhante e vencedora que todos os adversários respeitavam e temiam ?

Onde está , pergunto eu ?

Será que foi banida do PLANETA TERRA por ter ganho vezes de mais ?
Não ! Não foi nada disso !

A nossa EQUIPA está viva . Está entre nós . Debilitada (é certo) mas , mesmo assim , ainda com forças para nos oferecer a derradeira vitória .

Depois, bem...
depois há que apurar as causas e responsabilizar (penalizando ) os culpados !

1 comentário:

sr_antonio disse...

Concordo plenamente com as tuas conclusões... obrigado pela referência. Aquele abraço