domingo, setembro 20, 2009

PACIÊNCIA !
















S.C.BRAGA 1 x F.C.PORTO 0




Em Braga , o F.C.PORTO esteve irreconhecível .
Mesmo jogando mal , não fora mais uma frangalhada
( à moda antiga ) do desconcentrado Helton ,
e teríamos , no mínimo , empatado o jogo.

Aos 18' Álvaro Pereira cometeu falta infantil dentro da área .
Grande penalidade descarada que , infelizmente , ficou por marcar.
Quem sabe se tivesse sido marcada ( porque devida ), e desse golo ,
o F.C.PORTO não teria tido mais cedo uma postura diferente ?

Hulk , em largos períodos do jogo , chegou a ser ridículo .
Mas não é coisa que não se resolva , no imediato , no balneário ,
com um bom puxão de orelhas.

Agora , o que já lá não vai com paninhos quentes e conversa mole,
são as recorrentes baldas do desassossegado Helton .
Uma cura de banco talvez lhe fizesse bem !

Parabéns ao Braga e à paciência de Domingos !

5 comentários:

fimoze disse...

Confio no Professor, mas pareceu-me que ontem perdeu o fio a meada e não soube abanar com a equipe no intervalo.
Falta muito campeonato e o ano passado sucedeu o mesmo, o campeão de inverno arrotava a “postas de pescada” e foi o que se viu. Espero que esta derrota da “fuleirisse” sacuda o orgulho daquele lote de jogadores e os empurre para a verdadeira raça de DRAGÕES.

AZUL DRAGÃO disse...

É como dizes amigo "fimoze" !

Esta época temos que reagir de imediato (porque não vamos ter
a mesma margem de manobra da época passada)

Abraço

dragao vila pouca disse...

Quando o melhor sector do F.C.Porto é a defesa - excluindo o Helton -, acho que há muito pouco para dizer.

Uma desilusão. Se após Londres fiquei com a convicção que estavamos no bom caminho e não iamos passar pelo mesmo pesadelo que passamos por esta altura da época passada, agora, depois desta pobre exibição, já não tenho certezas nenhumas.

Se em Stamford Bridge, pelo grau de exigência, até nos podemos conformar com a derrota, ontem, não há nada que possa abonar em nosso favor.
Um meio-campo, onde o melhor, mais esclarecido, mais dinâmico e mais construtivo foi o Fernando, explica muito a nossa derrota justa. Sem meio-campo não há ataque que resista, embora quer a Hulk quer a Falcao, principalmente, fosse de pedir mais.

Vem aí o Sporting e depois o A.Madrid. O grau de exigência não vai ser o mesmo de Inglaterra. Que Jesualdo seja capaz de encontar o antídoto para resolver a irregularidade e regressar às vitórias.

Eu acho que o Helton é mal batido. Mesmo com o desvio, ele se está concentrado, recuava um passo e punha a bola por cima da barra.

Um abraço

Anónimo disse...

Segunda-feira, 21 de Setembro de 2009
As declarações de Jesualdo
"O Sp. Braga venceu bem, o F.C. Porto esteve irreconhecível e nervoso sem haver razão para isso. (...) A equipa não jogou aquilo que sabe e pode. Deixámos o Sp. Braga ter supremacia e, curiosamente, quando o jogo começava a ficar equilibrado, surgiu um golo estranho. A partir daí, a equipa jogou emocionalmente descontrolada e não soube escolher o caminho certo. (...) É demérito total nosso. (...) Não estivemos bem, vamos encontrar as razões para o sucedido, perceber por que é que a equipa não conseguiu jogar."
Jesualdo Ferreira, em declarações à SportTV


"Estranhamente, o F.C. Porto esteve intranquilo, nervoso e acabámos por perder muitas bolas. (...) Na primeira parte, o jogo foi muito equilibrado, mas sentimos que não era este F.C. Porto que queríamos. (...) Ficamos com alguma vergonha, porque não estivemos ao nível do que já fizemos, e queremos fazer no futuro. (...) sem tirar mérito ao Sp. Braga, não foi por haver mais Sp. Braga que perdemos, o F.C. Porto é que foi pequeno. Tínhamos a obrigação de chegar aqui e fazer o nosso jogo e não o fizemos."
Jesualdo Ferreira, na conferência de imprensa


Há algum exagero nestas declarações demolidoras de Jesualdo. É verdade que o FC Porto esteve longe de fazer uma boa exibição e que uma parte significativa dos jogadores estiveram em sub-rendimento, mas nos últimos três anos vi o FC Porto fazer jogos muito piores sem que Jesualdo tivesse sido tão duro para a sua equipa.
Aliás, se olharmos para as estatísticas, verificamos que os dragões fizeram mais ataques, mais remates e tiveram mais posse de bola que os bracarenses. E mesmo que queiramos desvalorizar as estatísticas, se revirmos o jogo completo constatamos que as melhores oportunidades foram do FC Porto e que, ao contrário de Eduardo, o Helton não teve de fazer qualquer defesa difícil.

Por tudo isto, a análise que eu faço ao jogo é parecida com a que o treinador do Braga fez em declarações à SportTV após o jogo:

"Vitória justa no sentido de que fizemos o golo. Fomos felizes aí. Este foi um jogo muito dividido, com oportunidades de parte a parte. (...) Acabámos por fazer um golo com felicidade e saímos vencedores."

É inevitável os resultados condicionarem as análises e discursos no final dos jogos, e mais ainda no FC Porto, que não está habituado a perder e muito menos a duas derrotas consecutivas. Mas mais do que a exibição em Braga, penso que a razão que levou Jesualdo a proferir declarações tão duras para a equipa, são os dois desafios importantíssimos que se avizinham: Sporting para o campeonato e Atlético Madrid para a Liga dos Campeões.

Contudo, devo dizer que acredito pouco em tratamentos de choque. Acredito mais em competência, trabalho e tempo, para que, tal como na época passada, a equipa cresça e atinja os patamares que todos pretendemos. No imediato, espero que os jogadores mais sobrecarregados nas últimas semanas - Fucile, Alvaro Pereira e Meireles - se apresentem a 100% e que o Hulk se convença, de uma vez por todas, que o futebol é um jogo colectivo. Se assim for, estaremos mais perto de ganhar a leões e colchoneros, com ou sem Guarin...

Do "reflexãoportista"



E já agora o Hulk precisa ser bem servido ( espaço vazio) e não darem-lhe a bola e agora resolve.

E aquele cartão amarelo que lhe deram, a meio/campo(...), quando tentou "fugir" da agressividade do adversário é incompreensivel.

Ricardo de Sousa disse...

Um Dragão de orgulho ferido, normalmente dá mais de si.
Espero que sábado a equipa se erga e que volte às vitórias.
Espero que o público contribua para isso.

De acordo com a questão do Helton. Para o banco e já!

Já agora, espero que isto
seja uma brincadeira!