terça-feira, fevereiro 16, 2010

CERTEZAS !















Sei que agora -- porque se faz tarde -
o importante é agir e continuar a acreditar.
De nada nos adianta falar dos pontos perdidos
(em jogos de ganhar), nem dos Túneis e dos castigos ,
nem dos golos limpos anulados , nem dos penáltis ignorados .

Também de nada nos serve criar novos fantasmas ,
criticando os jogadores e cruxificando o Treinador ,
ajudando-se , assim , ainda mais o Andor .

Este Campeonato nasceu poluído e poluído irá morrer.
A não ser que ...

6 comentários:

dragao vila pouca disse...

Que o Dragão comece a soltar labaredas e queime tudo à sua volta...

Um abraço

fimoze disse...

Amanhã no Dragão, com fé e o coração aos pulos para ver o nosso FC do Porto no seu habitat natural, ou seja entre os grandes clubes da Europa e na melhor competição de futebol do mundo.
O resto é conversa e arreganhos desmesurados de quem pretende uma grandeza fictícia e ainda por cima fundamentada em esquemas de apitos, túneis, justiceiros tendenciosos e Lucilios Paixão mascarados de árbitros.
Tenham paciência, mas amanhã o andor fica na pocilga a retocar as mazelas da vergonha.

António Pista disse...

E eis que os campeonatos que o FCP não ganha com roubo são, imagine-se, um roubo...

http://aguia-de-ouro.blogspot.com/

Anónimo disse...

Empresário de Hulk: «Dirigentes da Liga são de baixo nível»
TEODORO FONSECA DIZ QUE AVANÇADO SE SENTE INJUSTIÇADO

No dia em que Hulk pode regressar aos relvados, o seu empresário, Teodoro Fonseca, veio dar conta da "revolta" do avançado e rotular os dirigentes da Liga de Clubes "de baixo nível".

"Ele sente-se muito injustiçado até pelo tempo que se leva a decidir alguma coisa em Portugal. Um pai de família vai para outro país para trabalhar, que é para isso que é pago, e não consegue ajudar a equipa. É natural que se sinta injustiçado (...) Os jogadores portugueses, o futebol em si, são de 1.º nível. Agora a Liga e os que a dirigem são pessoal de baixo nível. Daí este tempo todo para dar uma resolução", referiu à Antena 1.

À Renascença, Teodoro Fonseca foi tão ou mais duro nas declarações que fez: "Alguém tem de tomar uma atitude. A Liga não está a fazer nada. Devem estar a tomar um cafezinho ou um vinhozinho. Está virando uma pizzaria. Só se reúnem para conversar, beber, gastar e não decidem nada. É uma palhaçada".

Teodoro Fonseca acrescentou ainda que a suspensão imposta pela Liga também penaliza Hulk no que à Canarinha diz respeito. "Se ele tivesse jogado certamente que estava na seleção. Vamos esperar. Tenho a certeza que o Dunga vai acompanhar o jogo de hoje e permitir que o Hulk concretizeo seu sonho", referiu.

record

Anónimo disse...

1. Cenas do último episódio: os assistentes de recinto desportivo têm algo a ver com o que ocorre na zona de ligação - balneários/campo, inscreve-se nas suas funções, como legalmente estabelecidas, assegurar a segurança numa zona onde não há - por princípio - espectadores? Inclinamo-nos a responder pela negativa.

2. Prossigamos a nossa saga sempre sem seguranças e com dúvidas.

3. Vejamos se o Regulamento de Competições (RC) da LPFP diz algo sobre os assistentes de recinto desportivo. No artigo 18.º, afirma-se que compete aos clubes, na qualidade de visitados, assegurar a manutenção da ordem e disciplina dentro dos seus recintos desportivos, antes, durante e após os jogos neles realizados, mediante policiamento e vigilância adequados. De seguida, adita-se que, sem prejuízo das competências das forças de segurança, as tarefas de controlo de acesso, vigilância, acompanhamento e distribuição de espectadores pelos diversos sectores podem ser exercidas por assistentes contratados pelos clubes visitados ou considerados como tal. Espectadores é, também aqui, como na lei, a palavra-chave. Onde não haja espectadores parece não haver necessidade de assistentes desportivos.

4. Isso mesmo é de alguma forma confirmado pelo artigo 20.º do RC, que estipula quem, durante o tempo regulamentar, (só) pode entrar e permanecer na zona entre as linhas exteriores do terreno de jogo e as vedações e na área de ligação entre o campo e os balneários. Ora, no elenco das pessoas aí referidas, que vão desde o delegado da Liga até aos funcionários de apoio às acções de promocionais dos patrocinadores da Liga, passando, entre outros, pelos delegados ao jogo, médicos, massagistas, treinadores, jogadores suplentes e fotógrafos da imprensa, não há referência aos assistentes de recinto desportivo. Todavia, o artigo é bem claro (dir-se-ia em contraposição) em prever a presença dos agentes das forças de segurança. E, espero que aqui ninguém tenha dúvidas, uma coisa são as forças de segurança, outra, bem diferente, são os assistentes de recinto desportivo.

5. Ou seja, no final do episódio de hoje, julga-se que também o RC da LPFP não determina, nem mesmo parece admitir, a presença de assistentes de recinto desportivo nos "túneis".
JOSE MEIRIM in PUBLICO


OU seja stewards não são agentes desportivos e a pena de Hulk e Sapunaru não deve exceder os 4 Jogos.

AZUL DRAGÃO disse...

António Pista :

Porque és muito jovem não sabes
dos "roubos de igreja" de outros tempos . Do tempo em que o teu Benfica ganhava sempre mesmo que não jogasse nada. Do tempo em que o melhor bandeirinha era o teu defesa central Humberto Coelho
-sempre que pretendia (por ter sido ultrapassado pelo adversário) que marcassem fora-de-jogo levantava o braço e o árbitro obedecia .
Do tempo... bem , não vale a pena porque tu és muito novo e não sabes nada disto !

Um abraço